terça-feira, 17 de junho de 2008

Hino às Avós

Para quem ficou totalmente mistificado com o "Hino às Avós", entoado por alguns dos participantes no Cumbíbio do passado dia 31 de Maio, durante a fotografia de grupo antes do almoço, aqui vai uma breve explicação:

No Natal de 1949, as famílias dos irmãos João, Rui e Eduardo (ramo BC do Porto) decidiram animar a festa compondo um teatro, a ser representado pelos seus filhos e dedicado às "avós" Elisa (mãe dos 3 irmãos), Maria Luisa (condessa de Villas-Boas, sogra de João), Amália (sogra de Rui) e Maria Ignácia (sogra de Eduardo). O teatro dividia-se em seis quadros: Uma tarde no Verdinho; Danças e cantares regionais; Música; O sonho do Joãosinho; Apoteose dos Britos; Hino às Avós; e finalmente, depois de um intervalo, o Presépio vivo.

Para além do "Hino às Avós", a "Apoteose dos Britos" terá também alguma relevância para este blogue, pelo que tentarei aqui reproduzi-lo numa próxima oportunidade.

De seguida passo a transcrever o "Hino às Avós" (sexto quadro). E já sabem, no próximo Cumbíbio já não há desculpa para não entoarem todos pelo menos o refrão...


Hino às Avós

Nós somos os netos
Nós somos os netos
Das nossas Avós
A quem tanto queremos
Assim nossos netos
Nos queiram a nós
Como nós queremos
As nossas Avós

Canção:

Nós queremos seguir
As vossas lições
Sempre a retinir
Nestes corações

Nestes corações
Novos por enquanto
Nestes corações
Que vos querem tanto

São nossos projectos
Quando formos velhos
Dar aos nossos netos
Os vossos conselhos

Avozinhas queridas
Que nosso Senhor
Vos conserve as vidas
Para nosso amor

Seja toda a vida
Exemplo para nós
A lembrança querida
Das nossas Avós

2 comentários:

Maria Imaculada disse...

Adorei o " Hino às Avós " que me fizeram lembrar velhos tempos.
Como colaboração, queria acrescentar que o Hino foi feito pelo meu Avô Fernando Villas-boas.
Um beijo para todos os Brito e Cunha.

Maria Imaculada

graça disse...

Finalmente depois de tantos anos a cantar esta música, é a 1ª vez que a conheço completa!!!
Obrigado!!
Graça